domingo, 20 de agosto de 201720/8/2017
(86) 9.8188-1338
Céu limpo
23º
26º
35º
Luzilandia - PI
dólar R$ 3,15
euro R$ 3,70
Banner topo
SAÚDE
Esperantina receberá recursos para investir em saúde prisional
O Ministério da Saúde aprovou a adesão do município de Esperantina à PNAISP
Edson Barros Luzilândia - PI
Postada em 30/01/2017 ás 18h09 - atualizada em 31/01/2017 ás 09h07
Esperantina receberá recursos para investir em saúde prisional

O Ministério da Saúde aprovou a adesão do município de Esperantina à Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP), no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).


A Portaria nº 277, que trata da aprovação da adesão, foi publicada no último dia 27 de janeiro. Com a aprovação, Esperantina receberá recursos destinados à habilitação de Equipes de Saúde no Sistema Prisional.


O município conta, hoje, com uma unidade prisional, a Penitenciária Regional Luís Gonzaga Rebelo. Além de Esperantina, São Raimundo Nonato, Bom Jesus, Altos, Floriano, Picos e Oeiras também receberão recursos do Ministério da Saúde.


De acordo com a diretora de Humanização e Reintegração Social da Secretaria de Justiça, Agatha Knitter, a adesão dos municípios à PNAISP representa um avanço na garantia à saúde nos estabelecimentos penais e na humanização do sistema prisional.


“É de fundamental importância que o Estado assegure à pessoa privada de liberdade as condições adequadas para a efetiva ressocialização. A atenção à saúde do preso é, sem dúvida, um dos pontos centrais dessa política de gestão”, pontua Knitter.


O secretário de Justiça do Estado, Daniel Oliveira, ressalta que a saúde da pessoa privada de liberdade nos presídios é um dos principais eixos de atuação do Governo do Estado, visando à consolidação do Plano de Modernização do Sistema Prisional do Piauí.


“Nossa meta é universalizar a saúde no sistema penitenciário do Piauí, com a adesão de Teresina e a aprovação dos recursos para Parnaíba, que já aderiu à PNAISP. Saúde é direito básico e indispensável a todos e é política de Estado garantir esse acesso à pessoa presa”, assinala.

FONTE: Ccom/PI
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium