domingo, 28 de maio de 201728/5/2017
(86) 9.8188-1338
Trovoadas isoladas
23º
24º
28º
Luzilandia - PI
dólar R$ 3,26
euro R$ 3,64
Banner topo
Focus Cultural
Focus Cultural

Por Alberto Araújp

CULTURA
Museu do Piauí será reaberto após reforma
O serviço contemplou melhorias na estrutura física.
Alberto Araújo Luzilandia - PI
Postada em 11/02/2017 ás 14h26
Museu do Piauí será reaberto após reforma

Foto/Ascom

Depois de passar por uma ampla reforma, o Museu do Piauí – Casa de Odilon Nunes (MUP) será reaberto ao público na segunda-feira (13). A solenidade que marca a conclusão das obras será a partir das 11h, com a presença do governador Wellington Dias e do secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo. Na oportunidade, haverá apresentação do Quarteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Teresina e abertura da exposição temporária “Piauí Paisagens”, com fotografias de Aureliano Muller, Paulo Barros, Manoel Soares e Juscelino Reis.



O MUP possui acervo diversificado que compreende desde o período pré-histórico ao contemporâneo. A reforma, iniciada em junho de 2016, contemplou melhorias na estrutura física, além da implantação de um novo projeto museográfico. O palácio situado no Centro de Teresina ganhou novas salas, além de pinacoteca (galeria de pinturas) e recursos didáticos que auxiliarão no ensino-aprendizagem.

O projeto contempla uma nova disposição das salas do Museu do Piauí, com o devido suporte, adequação e iluminação. “O museu tinha algumas salas dedicadas a exposições de artes, mas eram amostras que não tinham o devido suporte. Nós vamos montar uma pinacoteca com vários seguimentos na área das artes plásticas”, comenta o arquiteto responsável pelo projeto, Paulo Vasconcelos.


Novidades

Na nova organização interna das salas do museu haverá espaço dedicado à arte sacra. As peças ganharão nova cenografia, possibilitando recursos de comunicação mais atrativos para o público que visita o local. Duas salas dedicadas às culturas negra e indígena serão montadas, além do tradicional espaço dedicado à história do Piauí.


Os ex-governadores piauienses também ganham lugares de destaques no palácio. Peças da família dos ex-governadores Eurípedes de Aguiar e Leônidas Melo, dentre outros, serão expostas no MUP. O museu também passa a expor aos visitantes peças da escritora e jornalista Genu Moraes, filha do ex-governador Eurípedes de Aguiar.

“Nesse novo projeto, o museu vai ficar mais atualizado, interessante, confortável e o acervo será mais valorizado. Passamos a dar a devida atenção às peças já existentes, que vão dividir o espaço com novas peças adquiridas e doadas para o nosso museu, que a partir de agora ficará à altura dos museus mais atualizados do Brasil. Esperamos, com isso, revitalizar o palácio e atrair um público ainda maior”, afirma a coordenadora do Museu do Piauí, Dora Medeiros.


Entre as novidades, Dora cita ainda a presença de objetos pertencentes às comunidades remanescentes indígenas do Piauí: Tabajara e Cariri. “O museu tem um papel muito importante na preservação dessa cultura indígena, que não poderia ficar de fora desse novo projeto”, completa a coordenadora.

A equipe do novo projeto realizou um trabalho de pesquisa que abrange a intervenção em vários espaços, com o objetivo de tornar o museu mais didático e, assim, melhorar a interação com as escolas. No pátio será colocada uma espécie de linha do tempo referenciando os principais momentos históricos, para facilitar a compreensão de conteúdos vistos em sala de aula. O objetivo é que o museu se torne uma extensão das escolas, servindo como base para educadores na consolidação do ensino. Outra novidade é a aquisição de mais peças que retratam a cultura popular.


Reforma

A reforma contemplou a parte elétrica e hidráulica, incluindo ainda a climatização, que vai oferecer mais conforto aos visitantes. Desde 1980, o local não sofria uma intervenção como essa.

“Além da reforma física, que é a maior dos últimos anos, nós fizemos um trabalho de pesquisa sobre os espaços e ambientes que estão sendo refeitos. Reabriremos o museu com acervo restaurado e uma nova museografia”, afirma o secretário da Cultura, Fábio Novo.


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), investiu cerca de R$ 360 mil na reforma do Museu do Piauí. Além disso, o novo projeto museográfico, orçado em R$ 300 mil, foi realizado com apoio do Sistema Estadual de Incentivo à Cultura  (Siec).

Histórico

Em 1934, por iniciativa do professor Anísio Brito, foi criada uma sessão do Museu do Piauí no Arquivo Público. No entanto, o museu só seria fundado em 1941, e só em dezembro de 1980 ganharia o Palácio da Praça da Bandeira como sede própria, na gestão do então secretário da Cultura, Wilson Brandão.

O Museu do Piauí possui um acervo eclético, com aproximadamente sete mil peças. Integram este acervo artefatos pré-históricos, como peixes e troncos fossilizados, louças da Companhia das Índias, porcelanas chinesas e inglesas, mobiliário e quadros do século XIX, como a famosa tela de “Dom Pedro II” de Victor Meirelles, além de obras de arte contemporânea de renomados artistas piauienses como Gabriel Archanjo e Dora Parentes, dentre outros.


Também são encontrados no acervo do museu: cédulas, moedas, medalhas, indumentárias da guarda nacional, machados primitivos, urna funerária, arcos, flechas, artesanato piauiense, entre outras peças de relevância cultural. 

FONTE: Ascom
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

imprimir
139
Alberto Araújo
Alberto Araújo

Alberto Araújo (Antônio Alberto Araújo de Souza) – Nasceu na cidade de Luzilândia (PI). Atualmente, reside em Niterói (RJ). Poeta, escritor, fotógrafo, videomaker, jornalista, contabilista, professor licenciado em Letras/Português pela Universidade Estadual do Piauí – UESPI. Escreve desde cedo. Tem um vasto conhecimento na poesia lírica, termo que mais o identifica. Sua poesia tem também características social e contemporânea. Publicou Caminhos percorridos Eu e a Poesia, Identidade do Sol, Julio

Luzilandia - PI
(86) 99412-6570
alberto_bacana@hotmail.com

Publicidade

Mk1 Host
Facebook

Publicidade

Banner sessão 1 (política)

Publicidade

Publicidade

Banner sessão 1 (cidades)
Enquete

Nenhuma enquete cadastrada.

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium