Quinta, 27 de abril de 201727/4/2017
(86) 9.8188-1338
Claro
24º
31º
31º
Luzilandia - PI
dólar R$ 3,17
euro R$ 3,44
Banner topo
POLÍTICA
Comissão foi a Teresina reclamar do tratamento que o BB de Luzilândia está dando aos seus clientes
O superintendente ficou surpreso, disse que desconhecia o que está acontecendo na agência de Luzilândia e que não ficará assim até porque esta não é a orientação da instituição Banco do Brasil e que providências serão tomadas.
Edson Barros Luzilândia - PI
Postada em 07/04/2017 ás 22h20 - atualizada em 09/04/2017 ás 17h59
Comissão foi a Teresina reclamar do tratamento que o BB de Luzilândia está dando aos seus clientes

Por iniciativa do vereador João Filho, que tanto já reclamou na tribuna da Câmara Municipal de Luzilândia do tratamento oferecido pela agência local do Banco do Brasil de Luzilândia a seus clientes, com funcionamento de apenas três horas diárias (09:00 às 12:00h), a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos principalmente nos finais de semana e em feriados prolongados, como foi no caso do carnaval; dificuldades de conversarem e relacionamento com o gerente; o problemático atendimento com má distribuição de senhas e filas de pessoas expostas ao sol; falta de funcionamento do refrigerador de ar; abertura de contas somente em data futura; dentre outras reclamações, o que tem levado várias pessoas, comerciantes e empreendedores em geral a buscarem outras agências da região, como a de Esperantina, São Bernardo, Batalha, Barras e até mesmo de Teresina, na manhã desta sexta-feira 07 de abril, uma comissão composta por ele próprio, vereador João filho, pelo deputado Ismar Marques, pelo prefeito Ronaldo Gomes, pelo presidente da ACIL (Associação Comercial e Industrial de Luzilândia) José Lima Neto, pela Primeira Dama do município, Socorro Meireles, e pelo  ex-vereador Chico Cassimiro,  esteve na Superintendência do daquela instituição bancária em Teresina para reclamarem.


O superintendente ficou surpreso, disse que desconhecia o que está acontecendo na agência de Luzilândia e que não ficará assim até porque esta não é a orientação da instituição Banco do Brasil e que providências serão tomadas. Falou inclusive que, o banco paga uma empresa para manutenção dos sistemas de refrigeração de ar e estranhou o fato de tal empresa estar recebendo seus pagamentos do BB sem dar a devida assistência técnica, e que, a falta de dinheiro nos caixas eletrônicos não justifica. Que isto só deveria ocorrer se faltasse dinheiro na agência.


Sobre o horário de funcionamento reduzido para o tempo mínimo de três horas diárias argumentou que em municípios assistidos por agências pioneiras (quando for a única no município em que estiver instalada), o Banco Central (BACEN) determina que o horário pode ser reduzido para o tempo mínimo de três horas, e no caso das cidades com mais de uma agência bancária, o funcionamento obrigatoriamente será de cinco horas diárias.


No entanto, após ouvir o prefeito Ronaldo Gomes que demonstrou apoio no incentivo para manutenção do corpo policial na cidade e conseqüente segurança pública, o Superintendente ficou de estudar a ampliação do horário de funcionamento da agência de Luzilândia e reforçou que, sobre as outras reclamações, as devidas providências serão tomadas.


 


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

Sebastião Matias Olímpio - PI 10/04/2017

Muito bom tava precisando mesmo dessa reclamação. toda vez que vou no banco sacar dinheiro nos caixa e um transtorno.

imprimir
1.007
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium