domingo, 20 de agosto de 201720/8/2017
(86) 9.8188-1338
Céu limpo
23º
28º
35º
Luzilandia - PI
dólar R$ 3,15
euro R$ 3,70
Banner topo
POLÍTICA
Desvio de recursos da construção de praças e pavimentação da lagoa do cajueiro.
O valor de empenho em recurso era de R$1.000,000, 000 (um milhão de reais) que somado ao valor da contrapartida de R$ 154.906,60 (cento e cinqüenta e quatro mil, novecentos e seis reais e sessenta centavos), totalizando um montante de R$ 1.154.906,60
Redação Luzilandia - PI
Postada em 06/06/2017 ás 18h23 - atualizada em 14/06/2017 ás 19h17
Desvio de recursos da construção de praças e pavimentação da lagoa do cajueiro.

O polemico assunto da construção de praças e pavimentação nas imediações da lagoa do Cajueiro, que intencionava transformar o mesmo em um pólo turístico, compromisso este não assumido pela ex-gestora Janaínna Marques vem à tona novamente. A única coisa que pode ser encontrada naquele lugar é a inexistência do mesmo, os recursos foram todos repassados para construção do projeto em questão, os mesmos eram suficientes, e a única coisa que se encontra no local são as mesmas barracas em forma de bares, e sobre o projeto milionário nada pode ser identificado.


Os recursos foram repassados, saques foram feitos, mas a gestora na época Janaínna Marques, agiu de má fé, a obra tinha prazo para execução início e término. Mas como qualquer cidadão luzilandense pode ver, até hoje, nada foi concluído. A irresponsabilidade é alarmante e contra provas não há contestação.


Na manhã de quinta-feira (01/06), a prefeitura Municipal de Luzilândia e o prefeito Ronaldo Gomes foram oficializados pelo ministério do Turismo, ofício Nº 001/2017, datado do dia 17 de abril do corrente ano. Mas uma cobrança que o governo “Construir e Servir” e o prefeito Ronaldo Gomes recebe, no colo, pela ingerência administrativa de seus antecessores na gestão do município de Luzilândia. No caso a ex-gestora Janaínna Marques, hoje deputada Estadual licenciada para a pasta da SEINFRA.


O valor de empenho em recurso era de R$1.000,000, 000 (um milhão de reais) que somado ao valor da contrapartida de R$ 154.906,60 (cento e cinqüenta e quatro mil, novecentos e seis reais e sessenta centavos), totalizando um montante de R$ 1.154.906,60 (um milhão, cento e cinqüenta e quatro mil, novecentos e seis reais e sessenta centavos), este seria o valor integral do contrato, a data da assinatura do mesmo é de 30 de dezembro de 2005.


Como já dito, a construção de praças e pavimentação, objeto do projeto, não aconteceu, e o que vemos é um escandaloso registro de descaso e abandono, irresponsabilidade administrativa da gestão passada da atual deputada, que recai no colo da atual gestão do prefeito Ronaldo Gomes.


No que o governo e a população perguntam à senhora ex-gestora: O que foi feito dos recursos? Por que não foi nem iniciada a obra? Qual seria a justificativa? Sendo que os recursos foram sacados. Além dos saques, foi saqueada também a boa fé do povo luzilandense, que tanto apostou na suposta bondade de uma figura política hoje desfigurada por sua prática maliciosa.


Equipes de jornalismo foram até o balneário "Guarita", e entrevistaram donos de bares, que por lá se instalaram, onde os mesmos, dizem abertamente que a hoje deputada, Janaínna, os visitou solicitando dos mesmos que se houvessem fiscalizações, eles dissessem que a infraestrutura de lá existente, no caso os bares, haviam sido construídos por ela e com dinheiro do projeto. Os mesmos pediram sigilo de imagem e nomes por temer represálias.


Veja abaixo cópias do ofício encaminhado à Prefeitura de Luzilândia solicitando providências em relação ao contrato de repasse em situação irregular de execução, como também o espelho do contrato de repasses do ministério do turismo.


 



Nas próximas edições falaremos sobre matéria que novamente de forma desrespeitosa chama assessor do Governo Construir e Servir de compenetrado por cumprir o seu dever.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

claudio luis lima e silva luzilandia - PI 10/06/2017

É bom que mostre o nome da Construtora para que esta possa ser indiciada à justiça.

imprimir
411
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium